Você reclama muito do seu time?

Facebooktwitterpinterest

A pergunta parece óbvia, mas o que as pesquisas estão querendo entender é o que passa na cabeça do torcedor e pensar em ações de marketing que poderiam trazer retorno inusitado.

Mas será que é possível? Atualmente, o inusitado é uma forma de surpreender.

Em época de pandemia as vaias nas arquibancadas dos estádios foram totalmente trocadas pelas reclamações nas redes sociais. Entender o que acontece pode ser uma boa ferramenta para ações dos clubes, empresas e gestores de estádio.

Mas alguém faria uma pesquisa assim? Lógico. Tudo é possível e de forma ágil, para descobrir a personalidade dos torcedores. Você imagina quem mais reclama e o que mais provoca o mau humor dos torcedores?

Quem? Quem?

A Apostagolos realizou uma pesquisa de comportamento para descobrir os vencedores de reclamações online nesse tipo de competição. Segundo o resultado, Corinthians e Flamengo têm as torcidas que mais reclamam nas redes sociais. Você concorda? Se identificou?

O levantamento foi feito com 330 pessoas de todas as regiões do Brasil entre os dias 14 e 15 de janeiro. E ainda apontou o que mais irrita as pessoas em relação às reclamações das torcidas:

Os entrevistados apontaram quais as atitudes mais irritantes das torcidas.

  • 41% disseram que as reclamações são sobre as más decisões dos árbitros
  • 38% responderam que são muito desordeiros e violentos.
  • 35% afirmaram que a atitude mais irritante é quando “fazem o papel de vítima”, dizendo que seu time é sempre roubado e prejudicado.
  • 32% responderam que os gritos e reclamações durante o jogo são irritantes
  • 29% responderam que o chato são as reclamações nas redes sociais
  • 19% que as reclamações de derrotas de anos anteriores.
  • 33% dos entrevistados disseram que os fãs do Corinthians são como os que mais reclamam.
  • 23% responderam que esse “título” é da torcida do Flamengo.
  • 8% afirmaram que é a do São Paulo
  • 7% do Palmeiras
  • 6% do Vasco.
  • 4% do Botafogo

Também aparece na lista das torcidas que mais reclamam a do Bahia com 3%. Já o Cruzeiro e o Atlético Mineiro registram 2% e o Fluminense, Grêmio, Internacional e o Sport-PE tiveram 1% na lista das torcidas “reclamonas.” Concordam?

O desafio é criar ações que gerem bem estar. É bom ficar atento, porque as ferramentas digitais podem te dar o melhor caminho a seguir, só saber como usar. Como as marcas podem usar estas personalidades em ações de marketing?

Já quem está de olho no desempenho é bom observar qual a visão dos torcedores. A pesquisa apontou que Bruno Henrique é visto como o que mais reclama durante uma partida, seguido de Gabigol. Na sequência aparecem Diego Souza, do Grêmio, com 16%; Brenner, do São Paulo, com 11%; De Arrascaeta, do Flamengo, com 10%; William, do Palmeiras, com 7%; e Éverton Ribeiro, do Flamengo, com 6%, na lista dos jogadores que mais reclamam.

Entre os técnicos, Fernando Diniz, do São Paulo, é considerado o mais “reclamão” por 18% dos entrevistados, seguido por Cuca, do Santos, com 18%, e Abel Braga, do Internacional, com 17%.

Será que eles vão mudar esse estilo ou faz parte das manias do futebol? Será que estes perfis podem definir escolhas de produtos e garotos propagandas de marca? Essa resposta a gente deixa para a turma do marketing esportivo.

E você já desfez uma amizade nas redes sociais por causa de brigas sobre futebol? Apesar das desavenças, 80% disse que isso não aconteceu. Então, dá para ter muita ideia baseada no humor das arquibancadas digitais.

 

A pesquisa da Apostagolos foi realizada na plataforma da Toluna, com pessoas das classes A, B e C, segundo critério de classificação de classes utilizado pela Abep – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, onde pessoas da classe C2 tem renda média domiciliar de R$ 4.500 por mês. Estudo feito com pessoas de todas as regiões brasileiras, com 3 pontos percentuais de margem de erro e 95% de margem de confiança.

 

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *