Semifinal Copa do Brasil: Flamengo 0 x 3 Athletico PR

Facebooktwitterpinterest

A torcida fez a parte dela, recepcionando o time e até cantando forte mesmo depois do primeiro gol do Athletico PR no primeiro tempo. Mas não foi suficiente. Ainda no primeiro tempo foram dois gols na frente, no placar. A arbitragem contribuiu com algumas questões e a cera do furacão irritou todo mundo. Só que isso não foi decisivo.

O Flamengo estava muito perdido e individualmente com uma quantidade de problemas, que não combina com a categoria de jogadores que tem. Vimos erros que não se viam no clube há muito tempo. Passes, cruzamentos, bolas com chutes fracos e por ai vai. Algumas lances eram difíceis de acreditar. Só uma cena deu para reduzir o estresse um pouco, quando mais um jogador do Athlético caiu e foi Bruno Henrique que pediu a substituição dele. Levantou e segue o jogo. (fotos de jogo, Celso Pupo)

O segundo tempo começou com o Flamengo pressionando e novamente a torcida esqueceu a irritação e continuou apoiando. Eles tentaram. Cantaram, empurraram o time e com uma paciência que não é muito comum. Não tem como entender. O que aconteceu com o time do Flamengo?

Em relação ao técnico Renato, depois de xingar um pouco, a torcida optou por algo que deve ter mexido mais. A galera chamou o Mister.

 

Chegada do Flamengo

Não precisou pedir apoio, a torcida foi até o Maracanã para fazer uma recepção especial no entorno do Maracanã. Depois de no twitter do @fimdejogo o vídeo viralizar e passar de 100k, o resultado foi uma ducha de água fria nos torcedores.

 

Tudo Diferente

Dia de olhar outras coisas diferentes na partida. A primeira delas aconteceu na recepção dos rubro-negros ao Flamengo. A última vez que isso aconteceu foi no jogo entre Flamengo x Internacional pelo Brasileirão 2020. Naquele dia, não havia opção e foi recepcionar e ir pra casa, porque o Maracanã estava fechado. Mas hoje, observamos que muitos torcedores também fizeram isso. Após a recepção ao time, vimos grupos e muita gente na rampa do metrô voltando pra casa.

A chegada também foi em outro ritmo. Enquanto ouvíamos muita cantoria e música lá para os lados do Chico’s Bar, no entorno os torcedores chegavam calmamente, o que não é tão comum assim.

E, além destas questões, uma troca. A maioria das torcidas organizadas do Flamengo ficou no setor Sul e de lá puxou o grito e a pressão dos torcedores.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.