Narra Quem Sabe

Facebooktwitterpinterest

Há dois anos, um projeto ousado, proposto pela jornalista Vanessa Riche, selecionou três mulheres para narrarem os jogos da Copa do Mundo 2018, pela FoxSports. Sempre que conversamos sobre isso com a Vanessa sentimos o orgulho que ela sente – com toda razão – em ter conseguido concretizar a iniciativa.

Entre as frases muito significativas da jornalista, ao ver que mais de 300 meninas se inscreveram para participar da seleção: “Onde vocês estavam??”. Já dá para imaginar que não foi fácil e abriu um caminho fundamental para que a voz feminina pudesse ser incorporada as narrações dos jogos de futebol.

Antes da pandemia, nosso trabalho em parceria com a equipe do Damas do Esporte acompanhou diversas narrações dos jogos na Rádio FERJ da equipe, liderada pela Luciana Zogaib e com as repórteres Fernanda Pizzotti, Simone Saltiel, Rayane Meirelles, Paula Hirdes e Marina Damas.

Na terça-feira à noite, 12 de maio, o elenco do processo seletivo do Narra Quem Sabe se encontrou para um bate-papo online, descontraído, após dois anos do projeto. Histórias, bastidores e experiências foram compartilhados em uma Live no Youtube com a participação de Gaby de Saboya (@gabydesaboya), Isabelly Morais (@isabellymrf),  Luciana Zogaib (@luzogaib), Manuela Avena (@manuavena), Natália Lara (@natalialaragc), Renata Silveira (@renatasilveirag) e Vanessa Riche (@vanessariche).

Depois do final do projeto, Vanessa deu continuidade à inserção das mulheres nos debates esportivos com o programa Comenta quem Sabe, aos sábados à noite, onde estive várias vezes para a resenha, que tinha um jeito diferente de debate.

Ações como esta são fundamentais para reforçar a presença da mulher na cobertura esportiva, que ainda precisa de mais ações como a da Vanessa para se consolidarem. Ficamos felizes que o FimdeJogo continua ajudando nesse trabalho e conta com mais duas repórteres no nosso time (Taina Oliveira e Patricia Bernardo).

A seguir o vídeo deste encontro.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *