Maracanã: ABI entra na briga pedindo o Veto do Governador

Facebooktwitterpinterest

Recebemos da Associação Brasileira de Imprensa nessa manhã, uma carta – assinada pelo presidente  Paulo Jerônimo  – apoiando a iniciativa de pedir o veto ao Governador do Rio, Claudio Castro, à mudança do nome do Maracanã.

Vejam a carta na íntegra.

Rio de Janeiro, 11 de março de 2021.

Ao

Exmo. Sr. Cláudio Castro
Governador em exercício do Estado do Rio de Janeiro

Senhor Governador,

Com espanto, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) tomou conhecimento da aprovação, pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, de um projeto de lei modificando o nome do Estádio do Maracanã, de Jornalista Mário Filho para Édson Arantes do Nascimento – Rei Pelé.

Ao mesmo tempo em que a ABI reconhece o mérito de todas as homenagens ao genial Pelé, que encantou o mundo inteiro com a sua arte, é preciso relembrar o importante papel desempenhado pelo jornalista Mário Filho, que recebeu o apelido de “criador das multidões”, para viabilizar a construção e criar todo o simbolismo que, há muitos anos, envolve este Estádio, inclusive internacionalmente.

Ao pedir a V.Exª. o veto a este projeto de lei, não nos move um mero espírito corporativo, embora tenhamos que reconhecer a importância indiscutível de Mário Filho para o jornalismo esportivo, no Brasil, bem como sua relevante atuação como escritor com obra precursora do debate atual, com o “O Negro no Futebol Brasileiro”, além de “Histórias do Flamengo” e “Viagem em torno de Pelé”, uma homenagem ao Rei do Futebol, ainda em 1964.

Para a ABI, independente de questionamento jurídico quanto à legalidade de homenagear pessoas vivas, o que importa, neste momento, é não permitir mais uma mutilação no Estádio do Maracanã, com a retirada do nome do Jornalista Mário Filho.

Certos do atendimento de V.Exª. a este pedido de veto ao projeto de lei,

Paulo Jeronimo
Presidente da ABI

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *