Mais um Capítulo da Novela da Licitação do Maracanã

Facebooktwitterpinterest

Quando a gente acha que o final do ano será um pouco mais calmo, vem mais uma etapa da novela – que parece não terminar, ou só lá por meados de 2024. O Governo do Estado divulgou quem está habilitado para participar da licitação do Maracanã cuja previsão é de um contrato de 20 anos e investimento de R$ 186 milhões.

Não custa relembrar, já que a dúvida é bem frequente, que o Parque Aquático Julio Delamare e o Estádio (que era de atletismo e está mais para estacionamento) Célio de Barros não estão nesse processo de licitação e são do Governo do Estado. Já o entorno do complexo é de responsabilidade da Prefeitura do Rio. Simples, não é.

Os Habilitados

A Comissão Especial de Licitação da Secretaria de Estado da Casa Civil publicou na edição do Diário Oficial o resultado do julgamento dos documentos de habilitação apresentados na Concorrência Pública 02/2022, para o contrato de concessão de gestão, exploração, operação e manutenção do Complexo do Maracanã, que inclui o Estádio Mário Filho e o Ginásio Gilberto Cardoso (Maracanãzinho).

Os três interessados – Consórcio Maracanã para Todos, constituído pelo clube Vasco da Gama e pela WTorre Entretenimento e Participações Ltda; Consórcio Fla/Flu, constituído pelos clubes Flamengo e Fluminense; e a empresa RNGD Consultoria de Negócios Ltda – foram declarados habilitados.

Próxima Fase

O contrato será gerido pela Secretaria de Estado da Casa Civil, responsável pela fiscalização da execução dos serviços previstos. As fases seguintes da concorrência preveem a abertura das propostas técnicas e divulgação da pontuação, seguida da abertura dos envelopes com a proposta financeira. A classificação final deverá ser anunciada em meados de 2024.

De acordo com o edital, estão previstas para o Maracanã obras de recuperação dos sistemas de água, escadas rolantes, elevadores, ar condicionado e exaustão, modernização e adequação dos sistemas eletrônicos e revitalização do Museu do Futebol, entre outras intervenções. Já para o Maracanãzinho serão realizados reparos da cobertura do ginásio, novo sistema audiovisual e acústico, requalificação das áreas de hospitalidade, iluminação e acessibilidade.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *