Jogo de Volta da Copa do Brasil – Vasco 0 x 0 Botafogo Classifica o Alvinegro

Facebooktwitterpinterest

Se no Brasileirão os empates frequentes do Botafogo estão prejudicando, hoje foi o salvador para a próxima fase da Copa do Brasil. Nas resenhas, o pessoal deve estar escrevendo: em um jogo sem gols, e lento, o Botafogo consegue arrancar um ótimo resultado e passa para a próxima fase da Copa do Brasil.

Os principais fatos que movimentaram o jogo não foram os lances, a não ser os ruins, com um dos registros que fizemos. (fotos Cris Dissat)

Nem precisava bola de cristal para saber que os minutos finais seriam quentes, e foram, com o Fernando Miguel indo pra pequena área do Botafogo para tentar cabecear em uma jogada de escanteio. Depois precisou correr para dar uma de zagueiro e não piorar a situação.

Muitas faltas, muito chutão, muitos erros, pouca finalização e muita gente caída no chão, as  vezes com motivo e outras vezes não, sendo que uma delas foi graves, resultando na saída do jogador Rhuan de ambulância. O Botafogo informou que ele sofreu uma pancada na cabeça em disputa de bola, e foi levado para a Clínica São Vicente, na Gávea, para a realização de exames. Estava lúcido, sendo assistido Dr. Cristiano Cinelli, chefe do Departamento Médico do Clube, e ficará internado em observação.

O jogo foi caminhando. Enquanto isso na beira do gramado, Autuori, igual à rotina da gente, tira máscara, coloca máscara, tira máscara, coloca máscara.

Outros Olhares

Se o público não estava nas arquibancadas para agitar, a polêmica rolou do mesmo jeito, por causa de um erro em postagem do Botafogo, mencionando o Flamengo. A gente sabe que isso pode acontecer com qualquer um, mas imagina isso em um jogo decisivo? O resultado foi que viralizou e até nas nossas postagens sobre o jogo vinha a hashtag #VamosFlamengo. Vamos dar um desconto pra quem errou, porque todo mundo pode fazer isso alguma vez na vida.

Respondendo a algumas perguntas, durante o jogo, sobre a iluminação de São Januário. A gente explica. A iluminação em cima das arquibancadas e das sociais fica desligada e, com isso, a sensação é de muito escuro, mas no gramado tudo certo. Escuro mesmo fica o estacionamento e é complicado para ir embora.

Observamos menos bandeiras do Vasco nas sociais e mais no muro que fica atrás do gol – direção da piscina. Lá na direção das arquibancadas, do lado oposto, ficam os autofalantes e faz com que o som da torcida – colocada pelo DJ – não interfira no que ouvimos entre os jogadores. A gritaria foi grande, do “Vamooooooo”, passando pelo “Voltaaaaaa”, “Vai” e outras coisas impublicáveis.  Castan era o que mais gritava, mas em determinado momento os berros eram de todos os lados, mostrando a tensão do jogo.

Botafogo segurou o resultado e comemorou com razão. Agora é esperar a próxima fase e tentar esquecer tanto empate.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *