Fluminense 3 e 1 Nova Iguaçu em jogo lento no Maracanã

Facebooktwitterpinterest

Um jogo lento, que ficou bem restrito ao meio de campo no primeiro tempo, e mesmo assim muitos erros na troca de passes. Além de reclamações na arquibancada oeste inferior, a reação nas redes sociais dava o tom do jogo. Em algumas postagens, os torcedores brincavam, informando que o Fluminense estava com rendimento ruim para enganar o adversário da Libertadores, que estava de olho na partida.

Os erros continuavam dos dois lados, apesar de o Fluminense praticamente não ter deixado o Nova Iguaçu jogar no primeiro tempo. Aliás, só quem teve trabalho foram os fotógrafos. Explico. Atualmente os fotógrafos ficam nas arquibancadas no setor oeste inferior. Somente os dois dos clubes é que ficam no gramado.

Quando no par ou ímpar a opção é troca de lado, eles têm que mudar o planejamento. Hoje a maioria estava acompanhando o Fluminense, principalmente pela expectativa do gol 400 do Fred, mas quem fez a opção só teve trabalho à toa, porque nem lance nem gol para foto na primeira etapa da partida.

O segundo tempo melhorou, mas não empolgava. A grande maioria do jogo foi assim. E para tranquilidade dos fotógrafos, Fred marcou, mas bem que podia ter dado uma colher de chá pra galera, como fez para a câmera de tv, só que o pessoal sempre dá um jeito. Antes, quem abriu o placar da partida foi Kayky.


Enquanto digitava sobre essa questão da foto, o Nova Iguaçu marcou, com Anderson Kûnzel. Complicou, porque nossa opção foi de ficar fixo em um dos lados do campo e os três gols do Fluminense saíram por ali. Na hora que o Nova Iguaçu precisava crescer, John Kennedy resolveu para o Fluminense. Final 3 a 1.

A grande preocupação da torcida tricolor é o rendimento do clube na Libertadores, para o jogo com o River Plate, mas para o técnico Roger faltam apenas ajustes. (fotos Celso Pupo)

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *