Fluminense 1 x 2 São Paulo na última partida do ano no Maracanã

Facebooktwitterpinterest

Quem diria que em 26 de dezembro estaríamos ainda na cobertura de um jogo do Brasileirão. Estaríamos próximos da data do Jogo das Estrelas, mas tudo virou de cabeça pra baixo em 2020. O Brasileirão vai seguindo e em janeiro, no dia 6, o Fluminense volta a campo para o Fla Flu.

Destaque de hoje para o Fred, que tentou de tudo, correu, batalhou, mas faltava alguém para ajudar a fazer o Fluminense virar o placar e vencer. (FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

O Jogo

Os comentaristas diriam que os dois times começaram se estudando, com marcação na saída de bola do adversário. Algumas jogadas ensaiadas, mas que precisavam de mais treino, até que saiu o gol do São Paulo, ainda no primeiro tempo, com Brenner, aos 15 minutos.

Depois disso, foi uma série de bobeiras do Fluminense, que a defesa salvava quase no momento decisivo. O segundo tempo o Fluminense veio de outro jeito, com mais raça e mais vontade. Marcou muito mais e saiu o empate com golaço do Fred. O DJ se empolgou com o “Fred vai te pegar”.

Falando em pegar, o jogo ficou pegado demais. Uma falta atrás da outra e pesadas. A troca de passes também tinha muita velocidade. O gol da vitória do São Paulo saiu com insistência e pressão. O Fluminense também tentou, mas não conseguiu.

A Torcida

Que a torcida empurra o time nos jogos, isso ninguém tem dúvida, mas é interessante como ela dita o ritmo da partida. Como alguns times continuam optando por deixar o “som” da torcida a gente percebe muito a diferença. O pessoal ainda tenta alguns efeitos de acordo com o lance, mas é muito difícil. Ou seja, se o jogo está bom ou ruim, se o ataque é bom ou ruim, ou algum contra-ataque pode definir não importa, porque a música permanece do mesmo jeito.

Pra nós que usamos muito o Twitter na cobertura, vocês nem imaginam a diferença. Ou melhor, imaginam sim. Depois a opção foi de misturar cantoria e vaia no ataque adversário. Ai ficou muito confuso, mas como um seguidor do twitter (Marcelo Medeiros) foi uma espécie de mashup. Acho que ele tinha razão.

 

Diferente

Algumas coisas foram sendo adaptadas na medida do possível. Som, imprensa, desinfecção das instalações no intervalo, corredores vazios. Mas tem outras mais complicadas como a manutenção de publicidade nos telões do Maracanã, no intervalo do jogo. É um marketing que não passa na tv (como as placas)e o número de pessoas no estádio é reduzido. Então por que? Muito para aprender na pandemia e encontrar soluções que funcionem bem.

Dezembro Laranja

Cheguei um pouco mais cedo no Maracanã e na entrada no gramado, vi que a cor da iluminação era um alaranjado. Nas fotos nem sempre aparecia o efeito, mas era ação na área de saúde pelo dezembro laranja, de alerta ao câncer de pele.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *