Bastidores de Flamengo vence a Portuguesa por 2 a 1

Facebooktwitterpinterest

De volta à Ilha e a lista de coisas que aconteceram nessa noite de quarta-feira é longa e se quer saber ainda mais detalhes, dá uma passada na timeline do FimdeJogo no Twitter. Foi puxado viu. Talvez não só pra nós, porque todo mundo correu bastante neste Flamengo e Portuguesa. Deu para ver que os garotos cansaram no final, mas o que valeu foi sair com a vitória na estreia, com dois gols do Lázaro pelo rubro-negro e um com Sanchez para a Lusa.

Sabe aquela brisa famosa no estádio da Lusa? Olha… estou procurando até agora, porque estava quente, muitoooo quente mesmo. Se isso influenciou no resultado? Acho que não. Talvez a ansiedade da estreia e saber que o novo técnico Paulo Sousa, que ouviu da galera até um “mister, mister, mister”. Será que a mudança veio mesmo?

Algumas jogadas muito boas dos garotos, como André que, depois da arrancada, sofreu pênalti, cobrou e abriu o placar. Destaque também para as boas defesas de Matheus Cunha.

 

Bastidores

Hoje era dia de experimentar o jogo a cobertura na Ilha, no estádio Luso Brasileiro. Comecei meio mal porque errei o caminho e acabei demorando pelo menos de 15 a 20 minutos a mais do que o previsto. Aliás, a dica é muita atenção nas obras da Avenida Brasil para não errarem também.

Uma das coisas que já descobri foi que, apesar do aviso do fechamento das ruas no entorno do estádio, o que ficou proibido de verdade foi o estacionamento. Passei por volta de 8 da noite e sem interdição até entrada do estacionamento de imprensa.

A segunda etapa também foi difícil, porque, na verdade, não existe uma estrutura suficiente para o trabalho dos jornalistas. Mas que bom que arrumaram um cantinho, numa das cabinas que ficou vazia, e consegui ver o jogo em uma área menos complicada. Aliás, foi uma das grandes reclamações de torcedor da Portuguesa, porque em determinados pontos – tanto do lado onde estava a torcida do Flamengo quando da Portuguesa não dava para ver o campo integralmente.

 

Público e Acesso

De sobre o acessos dos torcedores, um portão foi definido, na rua lateral do estádio, sendo um para cada torcida. A revista era feita na entrada, sem problemas, apesar de ter tido um número razoável de torcedores. Pelo previsto eram 3 mil e foram 3.116 presentes, 2.931 pagantes e renda de R$ 80.745,00

Ainda não foi possível descobrir estacionamento cruz mais próximos para os torcedores, mas me passaram que tem e custa 15,00. Missão é descobrir.

Marcos Braz

A culpa não foi minha viu, mas o Marcos Braz passou na minha frente quando entrou na arquibancada pra chegar no campo. Pois é, tem que passar no meio da galera. E, depois, quando eu estava em outro trecho, lá vem ele de novo e passou justamente na frente do torcedor da Portuguesa que mais reclamava durante o jogo.

Olha eu ai!

E o momento divertido da partida. Depois da galera xingar e reclamar com o influenciador na área da imprensa, a galera viu que eu tinha registrado e postado no Twitter. Eles gostaram do registro hehehe.  Valeu gente, também adorei.

 

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.