Flamengo empata no Maracanã com Atlético GO

Facebooktwitterpinterest

Um gol para cada lado e muitos erros. Olhar bem de perto, já que nessa fase do Brasileirão, nossa posição no Maracanã é bem mais próxima do gramado, a gente tem a sensação que o time do Flamengo parece distante, disperso e oscilando. (fotos Celso Pupo)

Tem momentos que os jogadores olham para frente, analisam o lance e jogam a bola na medida. Já em outros, parece que um botão “desliga” entra em ação e nada dá certo, como o lance inacreditável perdido pelo Lincon no final do jogo, que poderia ter dado a vitória ao rubro-negro. Se merecia? Não, mas nessa hora o torcedor não vai se importar.

O gol de Bruno Henrique, no bom momento do primeiro tempo, deu boas esperanças ao torcedor, mas que não duraram os 90 minutos.

Liga e Desliga

Falando em botão de liga e desliga, não dá para entender porque o volume da música-torcida foi para as alturas. Será que existe algum estudo ou análise entre os jogadores e comissão técnica que isso funciona?

Também volume alto são alguns comentários que, mesmo de longe, a gente vai escutando – quando a música deixa. Assim que o juiz apita, o silêncio toma conta do Maracanã e ai surgem as conversas paralelas.

Com música ou sem música, geralmente nos minutos finais os times se agitam, cobram, correm. Se não for para pedir para o jogo acabar, por que isso não acontece mais cedo para evitar o desespero no fim do jogo? Pelo que acompanhamos nas redes sociais, isso é o que mais o torcedor do Flamengo sente falta na distante (impressão) da era Jorge Jesus.

Estranho, Muito Estranho

De resto, aquelas sensações que emocionam. Estádio vazio e a música do início do jogo mexem com qualquer pessoa. Estar lá dentro e olhar o que acontece é estranho, diferente e aperta o coração. Mas importante, não aperta para ver o pessoal de voltar e sim entendendo o que está acontecendo atualmente no mundo inteiro. É ter calma. Está difícil, mas não há saída, a não ser a vacina.

 

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *