Flamengo É Tricampeão do Super 8!

Facebooktwitterpinterest

Depois de um jogo eletrizante na semifinal, o time de basquete do Flamengo convocou a torcida rubro-negra. Como disse Gui Deodato, o time daria tudo em quadra e ele tinha razão. O Flamengo jogou de forma consistente, focado e saiu como Tricampeão do Super 8!

 

O Flabasquete vem demonstrando maturidade e um trabalho em conjunto bem sólido. Foi a observação feita pelo técnico Gustavo Di Conti ao final da partida. Todos estavam focados e atentos em toda a partida porque a Unifacisa jogou em alto nível, com muitas bolas de três convertidas e rebotes bem feitos. Aliás, os rebotes embaixo do garrafão talvez tenha sido uma das falhas, poucas, durante o jogo.(fotos de jogo Celso Pupo/DC Press)

O Flamengo abriu uma boa diferença, que se firmou no terceiro quarto, mas vale lembrar que no jogo anterior o Paulistano fez 7 pontos de 3 no último jogo e chegou muito perto. Talvez essa preocupação tenha ficado na cabeça de todo mundo e não deixaram a situação se repetiu. Foi um jogo cheio de estratégia, muitas faltas e uma pressão enorme que veio das arquibancadas.

 

O Maracanã voltou a receber um ótimo público (cerca de 4 mil pessoas) para a final e a torcida fez o trabalho dela. Em um dos momentos, quando time e arquibancadas reduziram o ritmo, vem Jaú e incendeia todo mundo, aliás, ele foi escolhido o melhor jogador do torneio.

Se por um lado a torcida pressionou bastante por outro o espírito esportivo, do basquete, veio também na hora da entrega das medalhas com aplausos e reconhecimento pelo bom time montado pela Unifacisa. Os torcedores aplaudiram bastante os jogadores.

Os minutos finais foram mais tranquilos do que os últimos nove segundos da partida com o Paulistano. Depois foi muita comemoração, jogadores comemorando demais, torcedores em quadra aproveitando o momento e as várias famílias do time por perto, curtindo o momento com eles.

Flamengo vai voltar para o NBB com um time ainda mais entrosado para seguir no torneio.

 

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *