Flamengo 4 x 1 Atlético/GO e Destaque para os Garotos da Base

Facebooktwitterpinterest

A noite de sábado no Rio foi fria, mas o jogo no Maracanã deu para esquentar. Apesar do técnico do Flamengo poupar muitas peças para o jogo, intensidade não faltou. Os jogadores que entraram, a maioria garotos da base, como Lázaro, Matheuzinho e Victor Hugo, fizeram a diferença na partida e ajudaram o rubro-negro a golear o Atlético/GO por 4 a 1.

Mais de 64 mil pessoas assistiram a boa atuação do time reserva e o primeiro gol de Vidal com a camisa do Flamengo. O público pagante foi de 59.999 e a renda de R$ 2.470.440,25. (Foto de capa: Flickr Oficial do Flamengo – Gilvan de Souza)

Destaque para a Base, VAR e Primeiro Gol de Vidal

O Flamengo começou frenético. Victor Hugo, um dos destaques da partida, fez bonita jogada na lateral e tocou para Lázaro marcar o primeiro do Flamengo. Mas não deu nem tempo do Atlético/GO digerir o gol. O segundo saiu logo em seguida, em chute do Marinho à longa distância.

Já na metade da primeira etapa, Marinho recebeu dentro da área e foi derrubado. Aí o VAR entrou em ação pela primeira vez. Pênalti para o Flamengo.

A torcida, que já estava eufórica, pediu em coro para que Vidal cobrasse o pênalti. O chileno, que já havia sido ovacionado pela torcida durante a escalação, cobrou. A torcida foi à loucura. Foi seu primeiro gol com a camisa do Flamengo.

Mas ainda cabia mais. No final da primeira etapa, deu tempo do time carioca marcar mais um. Victor Hugo saiu cara a cara com o goleiro e precisou só de um toque por cobertura.

O segundo tempo foi menos intenso, porém ainda com boas chances. O Flamengo teve duas boas oportunidades de ampliar a goleada com o Vitinho, que entrou na segunda etapa, mas desperdiçou. Quem aproveitou foi o Atlético Goianiense que marcou numa desatenção da equipe carioca. O lance chegou a ser checado no VAR e então validado com direito a reclamações e jogador do banco de reservas do Goianiense expulso.

Movimentação no Entorno

A expectativa do jogo deste sábado era, mais uma vez, de casa cheia. Mais de 40 mil foram vendidos antecipadamente.

Para quem deixou para trocar o ingresso no Maracanã no dia do jogo teve que enfrentar filas. As duas bilheterias que estavam abertas, 1 e 2, tinham uma fila considerável. O bom é que os torcedores chegaram cedo. Por volta das 18h a movimentação no entorno do Maracanã já era grande.

Os portões estavam previstos para abrirem às 18h30, mas abriram uma meia hora mais cedo também.

Os bloqueios para esse jogo foram menores do que nas últimas partidas, mas haviam interdições no setor Sul, como de costume. Os torcedores do Flamengo com ingresso para o acesso C, tiveram que contornar na rua São Francisco Xavier para chegar ao local, já que o setor era dividido com os torcedores do Atlético/GO (acesso B).

Por Paulo Karam– repórter do Fim de Jogo, integrante do projeto da DC Press / Fimdejogo e da Universidade Veiga de Almeida. Supervisão Cris Dissat. Revisão de texto Patrícia Bernardo.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Equipe Fimdejogo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.