Flamengo 2 x 1 Cuiabá: Vitória e Despedidas Emocionadas

Facebooktwitterpinterest

O jogo com o Cuiabá, na tarde deste domingo, no Maracanã, era especial. Marcava a despedida de dois ídolos da geração de 2019 e ainda era importante para a busca da vaga para a Libertadores, na fase de grupos. E o Flamengo fez o dever de casa. Venceu e bem por 2 a 1, com gols de Luiz Araújo e Pedro. (Fotos: Celso Pupo)

Fizeram História

Foi um domingo não só de futebol no Maracanã, mas de muita emoção também com a despedida de Filipe Luís e Rodrigo Caio.

O lateral fez sua última partida como jogador de futebol, enquanto o zagueiro ainda tem muito o que oferecer ao futebol brasileiro, mas seu ciclo no rubro-negro se encerra neste ano.

E foi um momento de muita emoção não só para os dois jogadores e suas famílias, mas também para os companheiros. Muitos estavam visivelmente emocionados e chorando muito, como Gabigol.

Filipe e Rodrigo receberam merecidas homenagens, tanto da direção do clube como da torcida. Da diretoria, receberam placas com caricaturas deles e com os dizeres “Donos do Futebol Arte”. Além disso, ainda tinha copo com os rostos dos atletas e com essa frase estampada.

Um dos momentos mais emocionantes foi quando surgiu o mosaico nas arquibancadas e os bandeirões. No setor Leste foi formada a frase “Fizeram História” e nos setores Norte e Sul a torcida rubro-negra foi de uma sensibilidade incrível, principalmente no Norte.

Aquela foto de Filipe Luís criança, vestido com a camisa do Flamengo, ao lado do avô foi surgindo em meio as arquibancadas do setor Norte. De pai para filho, de avô para neto. De arrepiar.

No setor Sul, uma linda imagem de Rodrigo Caio beijando a taça também surgiu nas arquibancadas.

Durante o jogo, os dois também tiveram os nomes cantados pela torcida. Rodrigo Caio no banco e Filipe Luís em campo. O lateral foi ovacionado pela torcida ao ser substituído e recebeu o carinho dos companheiros.

O zagueiro teve o nome gritado pelos torcedores durante todo o jogo e quando entrou mais ainda.

Uma homenagem merecida aos dois atletas que conquistaram 10 títulos desde 2019.

Bom Jogo

Mesmo com uma temperatura alta, estava muito quente no Rio de Janeiro, o Flamengo começou o jogo com disposição e muita vontade, que o torcedor tanto pede rodada após rodada.

O primeiro tempo foi bem corrido e o rubro-negro tomou conta do jogo. Não deixou o Cuiabá assustar e Rossi foi um mero espectador da partida.

A defesa não tinha tanto trabalho e o meio e o ataque funcionavam, tanto que o primeiro gol saiu cedo com Luiz Araújo. Depois do gol, o Flamengo seguiu pressionando, sendo melhor no jogo e empilhando chances, mas o segundo gol só veio no final da etapa inicial. Pedro marcou ampliando o placar.

Na etapa final, o Cuiabá passou a assustar mais e teve a chance de abrir o placar de pênalti. Mas o VAR entrou em ação e o árbitro desmarcou. Só que pouco depois, mais uma vez, o VAR foi acionado e o Cuiabá conseguiu diminuir de pênalti.

Mas nem esse gol estragou a festa do torcedor, que comemorou demais a vitória.

Ao final, em meio aos cantos e comemorações, a torcida não deixou de protestar contra a diretoria. O presidente Landim e Marcos Braz foram os alvos dos torcedores.

Público e Renda

Apesar do ano não tão bom para o Flamengo, até o momento sem títulos, o torcedor mais uma vez lotou o Maracanã. Mais de 63 mil (63.148) torcedores, com 60.067 pagantes e renda de R$ 4.167.245,00.

O torcedor mesmo com o calor chegou cedo ao Maracanã, mas demorou um pouquinho para entrar no estádio. Faltavam 30 minutos para o jogo e ainda tinha um número grande de gente do lado. Mas, deu tempo de todo mundo chegar e montar o mosaico certinho.

Participaram da cobertura Cris Dissat, editora do Fim de Jogo, Patrícia Bernardo, repórter, e Celso Pupo, fotógrafo.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Patricia Bernardo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *