Flamengo 2 x 1 Ceará, o reencontro com a Torcida Rubro-Negra

Facebooktwitterpinterest

Lógico que o resultado da partida seria decisivo para um desfecho no final da partida entre Flamengo x Ceará. Também seria decisivo para definir se o Atlético Mineiro se tornasse campeão nesta terça-feira. A festa foi no Maracanã e adiada para o final do torneio.

Dois gols, um de Gabi e outro de Matheuzinho, com comemoração literalmente dentro da Torcida. Parecia que  queriam agradecer o apoio que os rubro-negros estavam dando, mesmo depois do sofrimento.

Nas arquibancadas – 47.862 presentes, 46.481 pagantes e renda de R$ 1.488.265,00.

A expectativa

Depois de um sábado difícil para a Torcida do Flamengo, todo mundo queria descobrir como seria o comportamento nas arquibancadas, já que o pessoal ainda estava triste. O público esperado era bom com cerca de 35 mil vendidos.

Com o jogo começando às 20h – e já observamos isso – um bom número de torcedores chega mais em cima da hora, com raras exceções. Hoje faltando uma hora para começar, as arquibancadas estavam vazias, mas não demorou muito até que a galera chegasse.

Excelente público no Maracanã

No primeiro momento, antes da bola rolar, se observou claramente duas correntes – uma que veio para apoiar, até perdoar e seguir em frente, a outra veio para criticar pesado, cobrar e pedir mudanças.

Logo de cara foi isso que se viu. De um lado aplausos e de outros a música de time sem vergonha, seguido de vaias.  Ficamos atentos porque dependendo do andar do jogo, essa desavença poderia piorar.

O jogo não havia começado e teve xingamento para o Landim e para o Andreas, sendo que nesse segundo novo conflito entre as opiniões contrárias. Só um canto foi unânime: para o Renato.

Jogo Começou

O que deu para observar foi que quando a bola rolou, o pessoal assumiu que o papel da Torcida do Flamengo é ajudar. Então era hora de esquecer os problemas, aprender com as derrotas, virar a página e cantar. E foi isso que eles fizeram, cantando o tempo todo.

Chegada

Acessos liberados para o Maracanã, com a Avenida Maracanã e Viaduto Oduvaldo Cozzi liberados. Um pouco de fila nas duas bilheterias abertas – 1 e 2 – e, não acompanhei, e  informaram que na chegada do ônibus do Flamengo houve um pouco de hostilidade, segundo algumas postagens no Twitter.

Mas no final, o agradecimento dos jogadores que viram o carinho que a Torcida tem pelo Flamengo.

Inusitado, mas nem tanto

E fechando o jogo, que tal uma invasão de campo? Pois é, rolou também e acompanhamos a ajuda do time ao garoto que driblou, literalmente, a segurança em campo.

 

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *