Faça o que eu digo mas não faça o que eu faço

Facebooktwitterpinterest

Sempre elogiamos e temos acompanhado as ações realizadas pelos clubes cariocas, durante a pandemia do novo Coronavirus.

São entregas de doações, campanhas e ações para ajudar a população que está precisando de insumos básicos, além de produtos para ajudar a prevenir o Covid-19.

Só que a ajuda pode ser também feita através de exemplos de como agir e se prevenir. Estar em uma reunião, sem uso de máscara, sentados em uma almoço com cadeiras próximas, dando presente e ainda sorrindo em um dia com 17 mil mortes não é um exemplo.

Sabemos o quanto o futebol faz falta e que envolve milhares de segmentos econômicos necessários, mas é difícil encontrar uma explicação para a cena que acompanhamos ontem em Brasília. E não merece foto, nem registro pra ver se conseguimos esquecê-la.

Lamentável demais.

 

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *