Copa do Brasil: Botafogo 3 x 0 Ceilândia

Facebooktwitterpinterest

Placar final 6 a 0 e R$ 3 milhões em caixa. A vitória do Botafogo em casa no jogo de volta foi muito tranquilo, sem estresse. O pessoal não estava muito acostumado com esse “certo” sossego, mas mas um pouco de paz é sempre bom.

Mesmo com o gol saindo no primeiro tempo, tivemos uma velocidade bem reduzida no início da partida. Na foto que postamos no início da cobertura pelo Twitter dava pra ver o desenho do jogo, com  o Ceilândia todo atrás e Botafogo tentando encontrar os espaços para ampliar o placar agregado que tinha sido de 3 a 0 no jogo de ida.

Patrick de Paula marcou o primeiro na fase inicial e no segundo tempo Matheus Nascimento fechou o placar com mais dois. Um deles com uma falha do goleiro Kayser do Ceilândia, mas isso não mudaria o resultado final. Botafogo passa para mais uma fase da Copa do Brasil. (fotos de jogo, Celso Pupo)

Público no Nilton Santos

Tivemos um bom número de torcedores, com 18.648 presentes, 17.385 pagantes e renda de R$ 346.791,00. Não foi noite de estádio lotado, como vimos nas últimas partidas e a torcida estava um pouco mais calma do que em jogos anteriores. Mas algumas estratégias funcionaram bem e, literalmente, colocam fogo e animam o pessoal. Agora em cada gol e na entrada em campo são ligadas “tochas” de fogo na frente do setor Leste, que é o local preferido dos botafoguenses.

Chegada tranquila

Acompanhamos a chegada e as bilheterias e não vimos problemas, nem filas, lembrando que não é preciso trocar ingresso. Usando o QR code do celular facilita a vida de todo mundo e acabam as filas nas bilheterias.

A entrada o estacionamento passou a ser feita por duas entradas. Melhorou bastante o fluxo de carros na rua. Dentro ficou meio complicado, mas não há muito o que fazer.

A maior concentração de alvinegros foi, mais uma vez, na frente do setor Leste.

 

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.