Botafogo Perde para o Avaí e o Momento é Complicado

Facebooktwitterpinterest

Sabemos bem que a alegria e a esperança de melhores momentos tomou conta dos torcedores do Botafogo. São perspectivas boas e um projeto para o futuro, ou seja, isso não se resolve em pouco tempo. As mudanças são estruturais e com a visão de empresa, é preciso um pouco de paciência para que resultados aconteçam.

Foi a quarta derrota consecutiva do Alvinegro e com o resultado entrou na zona de rebaixamento, deixando a torcida bastante apreensiva e, lógico, irritada.

Cenário Complicado

Para piorar o cenário, o gol do adversário foi novamente marcado por um ex-atleta alvinegro. Agora, foi a vez do lateral-direito Kevin marcar um belo gol de falta aos 45 minutos do primeiro tempo e definir o placar a favor dos catarinenses.

Nas arquibancadas, a torcida não perdoou e vaiou muito a equipe, inclusive, com gritos de “Olé” para cada troca de passe do Avaí. Ao que parece, a lua de mel entre torcida e time se abalou, e pedidos de paciência não estão nos planos dos botafoguenses. O torcedor quer  resultados imediatos após a instituição da Sociedade Anônima no clube. Ao apito final, após mais um revés, era previsível as vaias e os gritos de “time sem vergonha”, o que mais uma vez aconteceu.

Nas redes sociais, observou-se uma redução em postagens e não foi simples localizar fotos ou vídeos.

O Jogo

A partida iniciou com pressão do Botafogo, e o Avaí tentando explorar os espaços na defesa alvinegra com contra-golpes rápidos. Mesmo superior, o gol do Botafogo não saiu enquanto o Avaí equilibrou o jogo Já próximo do fim da primeira etapa, Chay e Erison tiveram boas oportunidades aos 34’ e 37’, mas pararam na boa atuação do goleiro Douglas Friedrich. E o castigo veio da pior forma. No último minuto, Kevin acertou cobrança de falta e Gatito nada pôde fazer. Golaço.

O Botafogo parece ter sentido o baque, e nem as mexidas de Luís Castro surtiram efeito. Pelo contrário, ajudaram a diminuir o ímpeto alvinegro, deixando a torcida e o time ainda mais nervosos. E a partida acabou assim, com o Avaí segurando a desordenada pressão do Botafogo, e a torcida inconformada nas arquibancadas do Nílton Santos.

Agora, o Botafogo precisa se reabilitar diante do São Paulo (3º colocado) no Estádio Nilton Santos, em partida a ser realizada na próxima quinta-feira (16/06) às 16h. Um feriado no Rio, sem previsão de chuva e é hora de não desistir de apoiar. (Foto Vitor Silva /Botafogo)

Público e Renda

O Nilton Santos recebeu um público bem abaixo dos anteriores: 12.627 presentes, sendo 11.525 pagantes. A renda foi de R$220.135,00.

Mais uma vez, o DJ esteve presente no Setor Leste na tentativa de aumentar a empolgação da torcida, após os dois últimos resultados negativos. As ações não podem parar, mesmo com a situação delicada. Está cada vez mais complicado pedir calma ao torcedor, mas muita calma nessa hora e esperar pra ver.

 

Por Bruno Sadock – repórter do Fim de Jogo, integrante do projeto da DC Press / Fimdejogo e da Universidade Veiga de Almeida. Supervisão Cris Dissat.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Equipe Fimdejogo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.