Botafogo 2 x 0 Vasco, o clássico do sábado à noite

Facebooktwitterpinterest

No início e no final. Assim foi o jogo entre Botafogo e Vasco, onde os dois gols – aos dois minutos iniciais e faltando dois minutos para acabar a partida foram do alvinegro, com Chay e Diego Gonçalves.  Uma vitória para tranquilizar a torcida botafoguense e preocupar a vascaína.

Logo no início, a gente ainda estava preparando o material, posicionando melhor a filmadora, quando o Chay abriu o placar. O Vasco mantinha a posse de bola, mas sem efetividade. Poucos chutes e meio perdido. No segundo tempo, na hora que os botafoguenses estavam ficando mais preocupados, veio o segundo pra fechar a noite.

Disputa pelo som

Como temos comentado ao longo das coberturas, somente Botafogo e Vasco têm mantido as músicas-torcidas nos jogos. Mas hoje a disputa pelo som ambiente ficou ainda mais acirrada. Isso porque na Praça do Trem, que fica ao lado do estádio, tinha programação com música rolando.

Antes da partida começar, o aquecimento foi acompanhado pelo “charme”, mas depois do início a mistura foi complexa. Difícil pra gente, mas… segue o jogo.

Andando no engenhão

Depois de tanto acompanhar os jogos sem gente, tem horas que é preciso inventar algumas coisas diferentes. Não só para distrair que está acompanhando de longe, mas por nós mesmos que passamos a rever todas as coberturas. Hoje foi dia de andar lá pelo alto do estádio, acompanhando também o movimento do lado de fora.

 

Alguns torcedores brincaram dizendo que isso tem parecido filme de terror… isso é porque não gravei na hora o canto do quero quero. Brincadeira, hoje com a música lá fora, ficou mais light.

Na frente do acesso do setor norte

No caminho, ouvindo a Rádio Tupi, o Wellington Campos falava de torcedores e fogos do lado de fora. E quando passamos, lá estava o grupo, na frente do Setor Norte cantando e agitando. Aliás, era bom mesmo porque a friaca durante o jogo, e sem o calor humano do pessoal, só pulando pra esquentar.

 

 

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.