Torcida Vasco

Arredores do Maracanã para Vasco x Santos – Problemas e Sugestões

Facebooktwitterpinterest

A primeira olhada do lado de fora do estádio, para a chegada para o jogo entre Vasco x Santos, foi por volta das três e meia da tarde. Pessoal chegava para o lanchinho na padaria ou almoço nos bares na Rua São Francisco Xavier.

O movimento foi aumentando e concentrado na Rua Eurico Rabelo por causa do acesso ao setor Sul do estádio. Por mais que a gente tenha avisado e explicado para que chegassem mais cedo, não adiantou muito.

Por volta das seis da tarde, tinha uma fila enorme para entrar no setor Leste e outra do mesmo jeito nos dois acessos do setor Sul. O que fazer? Todo mundo chegou em cima da hora? Sim. A logística com orientadores foi ruim? Também foi, porque tinha menos gente do que era necessário. Quando vi que a fila que não precisava estar daquele jeito, fui até um dos coordenadores explicando que era precisa avisar as pessoas. Eles tentaram. Mais tarde, do alto do anel superior do Maracanã, vi que a situação tinha normalizado, quase na hora do jogo.

As filas para os acessos aconteceram pelo volume de gente ao mesmo tempo e pela necessidade de conferir documentos de meia entrada e gratuidades. Por isso não dá pra chegar todo mundo junto.

O trânsito foi fechado na Rua Eurico Rabelo e cheguei a pedir algumas orientações para o Centro de Operações, mas não dá para ver link durante a cobertura. O jeito foi ir conferindo o que estava aberto e fechado para informar aos torcedores que estavam chegavam.

Quais os problemas?

Uma combinação de coisas que atrapalharam. Pontos a observar:

– Não adianta colocar venda online só para sócio torcedor.

– É preciso aumentar o número de pontos de venda.

– Manter o torcedor informado o tempo todo, com parcial de vendas, principalmente se tem metas pra cumprir.

– Passar orientações online sobre horários de aberturas de portões e não só nos links do clube. Na correria ninguém tem tempo, nem banda larga, pra acessar.

– O pessoal chega em cima da hora em São Januário, mas receber 15 mil pessoas de uma vez só e ao mesmo tempo no Maracanã é complicado demais.

– É preciso ter um número maior de orientadores em casos específicos como deste jogo.

 

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.