Abel Braga É Homenageado pelo Fluminense

Facebooktwitterpinterest

Campeão Brasileiro, Campeão da Taça Guanabara e Campeão Carioca. Um breve resumo de tudo aquilo que Abel Braga significa para o Fluminense. Por toda a sua história no clube, na manhã desta quinta-feira (02/06) o ex-comandante tricolor foi homenageado no Centro de Treinamento Carlos Castilho. Agora o ídolo dá nome ao campo 2 do CT, que passou a se chamar Campo Abel Carlos da Silva Braga. (Crédito das Fotos: Marcelo Gonçalves/Flickr do Fluminense F.C.)

Emoção e Gratidão

Abelão não conteve a emoção e foi às lágrimas ao ver a placa com seu nome em frente ao campo. Junto da placa, Abel recebeu também o troféu de melhor treinador do Cariocão Betfair 2022. Ele disse ter ficado muito emocionado em receber a homenagem e poder reencontrar grandes amigos do clube.

“Essa foi muito forte para mim. Já foi forte chegar aqui hoje e reencontrar meu amigo e presidente, todos os jogadores, funcionários… fomos campeões juntos. É uma relação muito forte. Encontrei o pessoal da comissão técnica, meu parceiro e ex-jogador Fernando Diniz, o Marcão também. Ver todo mundo já é emocionante. Eu estava entrando aqui outro dia como treinador do clube. Mas isso aqui, essa placa, eterniza ainda mais esse clube dentro do meu coração. Isso não tem preço. Nunca recebi uma homenagem como essa. Agradeço de coração ao presidente e aos amigos. Já falei algumas vezes do que esse clube representa. O Fluminense velou meu filho, teve aquele minuto de silêncio e agora isso. Eu sou supersticioso e só fazia trabalho tático no campo 2, olha só a ironia. Obrigado de coração.”

O mandatário tricolor, Mário Bittencourt, também falou sobre a homenagem ao treinador.

“Eu acho que as grandes instituições, em especial os clubes de futebol, têm obrigação de reconhecer seus ídolos, as pessoas que construíram a história do clube. O Abel faz parte da vitoriosa história do Fluminense, como jogador e como treinador. Acabou de ganhar mais um título pelo clube. O que eu disse a ele ali, quando tirei a bandeira e revelei a placa, foi que era muito justo que ele estivesse representado não só na sala de troféus do clube, mas também que ele fosse eternizado no lugar onde ele construiu toda essa história, que é o campo de futebol. É uma homenagem justa, em vida ainda, para que ele possa curtir. Acho que ele ficou bastante satisfeito, feliz e emocionado. E é isso que o Fluminense deve seguir fazendo, homenageando seus ídolos, sua história e sua torcida.”

Trajetória no Clube

O treinador ganhou títulos em todas as suas passagens pelo clube (Brasileirão 2012, Campeonato Carioca 2012, 2022, Taça Guanabara 2012, 2017 e 2022 e Taça Rio 2005 e 2018). Ele comandou o time em 354 jogos, ficando atrás apenas de Zezé Moreira, que tem 474 jogos.

Em 2022, Abel finalizou sua quarta e, possivelmente, última passagem pelo clube tricolor e também pelo futebol Brasileiro. Se confirmar a aposentadoria, encerra sua história no futebol e no Fluminense com a certeza de que deu a sua contribuição e que está eternizado.

Por Antonio Brenna – repórter do Fim de Jogo, integrante do projeto da DC Press / Fimdejogo e da Universidade Veiga de Almeida. Supervisão Cris Dissat. Revisão de texto Patrícia Bernardo.

 

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Equipe Fimdejogo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.