Vasco 0 x 4 Botafogo em domingo decisivo

Facebooktwitterpinterest

Não é novidade que Vasco x Botafogo iria ser um jogo complicado, tenso e decisivo, mas com goleada no placar nem os botafoguenses imaginavam.

Enquanto de um lado você via a vibração da torcida do Botafogo, cantando sem parar, com as provocações previsíveis, do outro a do Vasco em meio a confusão nas arquibancadas, insatisfação e as reações também previsíveis.

 

Dessa vez foi possível acompanhar as duas torcidas de Vasco e Botafogo em função do lugar onde me posicionei. Havia a previsão de muita confusão por tudo que vinha sido falado nas redes sociais. Com essa expectativa, a programação de escolher um lugar e assistir mais a torcida do que o jogo precisava ser diferente. Fiquei de longe, mas com uma visão geral.

Chegada dos Times

No primeiro ficamos no alto, onde ficam as cabines de rádio e TV, e registramos a chegada, sem problemas, de Botafogo e Vasco.

Os torcedores foram entrando sem termos visto brigas. O público em São Januário era bem menor do que as últimas partidas e a área de visitante voltou a ser disponibilizada. No trecho para os botafoguenses, havia três filas de seguranças, sendo duas do Bepe e uma da segurança contratados do clube, além da separação com placas. Foi um bom planejamento e seguraram qualquer problema maior, principalmente no final do jogo.

A expectativa era que as confusões aconteceriam no final do jogo, caso o Vasco perdesse em casa, mas já no primeiro tempo, os problemas começaram já que foram 3 gols, sendo 2 do Navarro e um do Marco Antônio. A saída para os vestiários no intervalo teve invasão de campo, objetos jogados no gramado, policiamento tentando conter os ânimos e o Botafogo esperando para poder sair.

 

O clima, que já não era bom, ficou péssimo e torcedores que preferiram evitar mais problemas começaram a deixar São Januário. Na área do visitante era só festa entre os botafoguenses, com uma série de músicas que a gente até se preocupava, já que os vascaínos estavam com os nervos à flor da pele.

Começava o segundo tempo e em 8 minutos saía mais um gol, com Diego Gonçalves. A festa da torcida do Botafogo aumentava e a do Vasco não tinha mais força para reagir. Vaias, reclamação e quando o juiz apitou o fim do jogo bate boca e discussão em campo e mais correria nas arquibancadas.

 

Carli puxou os jogadores para que fossem comemorar com a torcida, porque era o momento deles, que ajudaram e empurraram o time o jogo inteiro.

Foram 5.536 presentes, 5.496 pagantes e renda de R$128.038,00.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.