Torcedor do Botafogo

Botafogo 2 (4) x 1 (5) Bahia

Facebooktwitterpinterest

Em alguns jogos acontecem tantas coisas que parecem durar mais do que 90 minutos. Aliás, esse durou mesmo. Pena que não foram só boas histórias. Não deu para o Botafogo, mas não foi por falta de incentivo nem apoio da torcida, no jogo que definiu uma vaga na continuação na Copa Sulamericana.*

A partida que foi para os pênaltis – Botafogo fez 2 x 1 no tempo real – terminou com a eliminação do alvinegro que perdeu no último chute pelo placar de 4 x 5, após falha de Moisés.

Torcida Fez o Possível

Com um mosaico escrito “Você não está só” deixaram bem claro que iriam fazer o papel do décimo segundo jogador, e assim fizeram. Cantaram, vibraram e apoiaram em boa parte do tempo. Porém, nem tudo foi festa. O final da partida não era o que a torcida merecia.

Mosaico do Botafogo

Torcida do Botafogo
foto Celso Pupo

O Jogo

O Botafogo começou ofensivo e encontrou um Bahia bem posicionado na defesa. Apesar de algumas falhas de passe, o time alvinegro partiu pra cima e a torcida ia junto. Aos 27 minutos, Rodrigo Pimpão abriu o placar, mas logo veio o empate aos 32 minutos com Edigar Junio.

A torcida visivelmente sentiu o gol e precisou de um tempo para respirar e recomeçar o trabalho. Era possível sentir a tensão deles, mesmo que alguns ainda tentassem cantar. Mas para o alívio da galera botafoguense, Luiz Fernando ampliou o placar aos 39 minutos. O resultado era o mesmo do jogo de ida.

Um Intervalo Cheio de Tensão

A torcida botafoguense foi para o intervalo respirando um pouco mais, contudo, alguns torcedores perderam totalmente o foco do jogo. Gritos de apoio e contra candidatos à eleição presidencial provocaram discussão com xingamentos e agressão no setor oeste superior.

Mesmo com os responsáveis pela confusão separados pelos seguranças, nem tudo estava tão sob controle assim. Não demorou muito para outro bate boca começar. Alguns botafoguenses queriam ficar na área destinada para a imprensa. Um deles chegou a agredir um segurança.

Ficou claro que a área de imprensa precisa de ajustes, porque torcedores entraram na tribuna. O formato que está não resolve  e o Botafogo precisa reavaliar o que fazer. Mas depois de um jogo assim, nada vai se resolver na hora. Só que é preciso reavaliar e os jornalistas, inclusive nós, conversaram após a partida e durante o acontecido avisamos ao clube.

Os times não tinham o mesmo vigor do primeiro tempo. Foram alguns contra-ataques, defesas dos goleiros e falhas das equipes, só que nada de gol.

O público foi muito bom com 30.234 presentes, 28.456 pagantes e renda de R$ 496,410,00.

Rodrigo Pimpão

Joel Carli

 

*Cobertura Cris Dissat e Taina Oliveira

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.