Brasileirão 2019: Fluminense 1 x 0 Palmeiras

Facebooktwitterpinterest

Torcida do Fluminense respira aliviada com a vitória em cima do Palmeiras. Os três pontos que o time precisava para sair da zona de rebaixamento. Os minutos finais foram de muita tensão. O pessoal se dividia em empurrar o time e quase enfartar. Isso porque no segundo tempo a pressão do Palmeiras foi grande.

Foi um jogo bem mais acelerado e mais intenso do que as últimas partidas do Fluminense. Pessoal correu muito e abriu o placar no primeiro tempo, com gol de Marcos Paulo. Time se esforçando, criando jogadas e realmente tentando. A preocupação da torcida era que toda essa intensidade do primeiro tempo não resistisse no segundo. Em parte eles tinham razão, porque na segunda etapa o time recuou e a pressão do Palmeiras aumentou. Câimbras, substituições e dava para ver o cansaço do time.

Mas o Fluminense resistiu e tentava aproveitar os contra ataques. Enquanto isso na arquibancada o pessoal apoiava, respirava, ou tentava respirar, voltava ao normal e cantava de novo.

Uma coisa interessante hoje foi o número de bandeiras nas arquibancadas. Também registramos a faixa “os matemáticos não calculam paixão”. A Torcida Tricolor resolveu – parece que de vez – ficar mais próxima do setor Leste.

O público foi bom com 30.947 presentes, 29.968 pagantes e renda de R$ 337.160,00. A arrecadação não foi das melhores, mas nesse momento o clube precisa de apoio e reduzir os valores dos ingressos é uma excelente alternativa.

Chuva e o Pré-Jogo

A cobertura dos arredores do Maracanã ficou prejudicada hoje. Depois de muito calor e céu aberto na quarta-feira, o tempo fechou e a chuva veio com vontade por volta das cinco da tarde. Já havia torcedores nos bares próximos e os portões estavam abertos, só que pra variar o pessoal só entrou praticamente na hora do jogo.

Acompanhei o movimento pelo anel superior do estádio. A Rua Eurico Rabello não fechou e a circulação dos carros continuou normalmente. Tivemos filas nas bilheterias, mas registrar dessa vez não deu, porque era chuva, guarda-chuva, celular e tudo junto é complicado. Entramos ao vivo no acesso ao estádio para dar uma visão geral das coisas.

Lá dentro, acompanhamos a criançada que ia entrar com o time. Entre as atividades prévias, um guia (que fica na sede, nas Laranjeiras) aproveita a concentração da garotada para contar um pouco da história do Fluminense. Uma boa ideia para o conhecimento deles e distrai, enquanto esperam a hora de entrar com o time. Esse encontro aconteceu em uma das salas de coletivas.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *