Brasileirão 2019: Flamengo 2 x 0 Fluminense

Facebooktwitterpinterest

Um jogo que a Torcida do Flamengo assistiu sem muita preocupação, porque a pressão nos dois tempos de jogo foi muito grande, inclusive na saída de bola do Fluminense. O tricolor teve alguns lances perigosos, mas Diego Alves estava em mais um bom dia, fazendo ótimas defesas. Enquanto de um lado a pressão era de um jeito, no outro acontecia o contrário.

Tivemos mais uma vez o VAR e nem perguntei na timeline do Twitter se tinha sido pênalti (isso para quem estava assistindo na tv) porque a quantidade de vídeos que foi compartilhada, mostrando que o pênalti deveria ter sido marcado, respondeu à minha pergunta.

Entre os momentos fora das quatro linhas, a hora que no telão foi divulgado o gol do Athletico PR em cima do Palmeiras – depois veio o empate. Muita comemoração também na hora do público e renda, que, mais uma vez, passou dos 50 mil. Sem falar na reclamação de Jorge Jesus em uma das cobranças de falta, porque não estavam no posicionamento que ele queria. (fotos Celso Pupo)

Técnico Jorge Jesus

O problema aconteceu no setor sul, após o segundo gol. Uma confusão dentro da Torcida do Fluminense, com corre corre, policiamento e segurança entrando para segurar o pessoal, alguns passando para o setor inferior e por ai vai. Foram alguns minutos até o policiamento conseguir controlar o pessoal.

No placar, gols de Bruno Henrique e Gerson. Um em cada tempo. Bruno comemorou lá com o pessoal do setor Leste Inferior, enquanto Gerson vibrou muito com os torcedores no oeste inferior.

 

Púbico e Renda do Fla Flu

Pelo que falou a semana toda, era de se esperar que não tivéssemos aquele Maracanã lotado dos dois lados. E vale aproveitar um comentário para explicar algumas questões pré-jogo. No meio da semana, não foi liberada a comercialização de ingressos para o setor Sul, Fluminense, depois dos ingressos de Norte, Oeste e Leste (estes dois mistos) – no Maracanã. A discussão começou no Twitter e fomos apurar. A decisão não envolveu nem Flamengo nem Fluminense. Foi opção da PM, mas foi liberada no dia do jogo. A bilheteria 3 permaneceu fechada, também, por decisão da PM, já que é uma área de passagem das duas torcidas.

O setor sul ficou bem vazio. Já havia uma previsão de poucos torcedores do Fluminense, mas foi muito abaixo de um Fla Flu. Ao todo, foram 52.279 presentes, 47.496 pagantes e renda de R$ 2.565.378,25.

Entorno do Maracanã

Não tivemos problemas nos acessos e o que se observou foi uma ação bem maior da guarda municipal. As ruas transversais à Eurico Rabelo tiveram áreas mais isoladas próximas à Rua São Francisco Xavier.

Grades na Radial Oeste e fiscalização impediram o vai e vem – perigoso, inclusive – no meio dos carros. A previsão de fechamento do viaduto Oduvaldo Cozzi e Avenida Maracanã não aconteceu exatamente como o previsto, mas tivemos controle de acesso no setor Norte, com passagem somente com o ingresso.

Talvez uma preparação para o que será na quarta-feira.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *