Brasileirão 2019: Flamengo 3 x 1 Internacional

Facebooktwitterpinterest

Mais uma vitória e mais um Maracanã lotado. E o Flamengo segue na batalha pela liderança do Brasileirão 2019. Com certeza, virão muitas polêmicas com as duas expulsões,  mas no final do jogo os cumprimentos entre os técnicos Jorge Jesus e Odair Hellmann deram um tom mais amigável entre os clubes.

Primeiro tempo com muito movimento. Pênalti marcado a favor do Flamengo, com cobrança de Gabigol e duas expulsões no Internacional. Mas a cena que chamou a atenção foi a não aproximação dos jogadores do Flamengo na hora da confusão com a arbitragem. O único a fugir dessa regra foi Rafinha, que tomou um baita esporro do Jorge Jesus. Aliás, quem ameaçava ir pra confusão levava uma baita bronca. (fotos Celso Pupo)

Público e Renda

Mais uma vez um ótimo público. Não lembramos há quanto tempo essa série de públicos acontecia desse jeito no Maracanã. Tivemos 64.548 presentes, 60.244 pagantes e renda de R$ 2.810.435,50.

Homenagem à Agatha

A Torcida do Flamengo antes do jogo começar parou para uma grande salva de palmas na hora do minuto de silêncio à menina Agatha, que foi mais uma vítima da violência da nossa cidade.

 

Chegada da Torcida do Flamengo

Cerca de 60 mil ingressos vendidos antecipadamente e um jogo no meio da semana. A melhor forma é fazer o que temos observado nas últimas partidas dos torcedores rubro-negros. Cada vez mais o pessoal chega menos em cima da hora e nem trocando ingressos. Nesta quarta começamos a andar um pouco mais tarde – estava trabalhando na cobertura de um congresso médico e também peguei o trânsito na Av. Radial Oeste.

Passamos pelas quatro bilheterias e nenhuma com fila. O grande movimento se concentrou principalmente na Rua Mata Machado, que a do acesso E, do setor Norte.

Na Avenida Maracanã – fechada – o pessoal até esquece que pode andar pela rua. Dessa vez, tivemos menos ambulantes nas calçadas no entorno e mais gente nas transversais. O absurdo foi ver os flanelinhas arrancando grade de uma área em cima do Rio Joana para fazer de estacionamento. Acreditem que teve gente achando que era estacionamento mesmo. Mas a fiscalização foi até lá para acabar a zona.  Os torcedores precisam ter atenção e sabemos que enquanto o estacionamento da UERJ não voltar a abrir será muito complicada a questão das vagas para os jogos. Ainda não sabemos quando essa situação irá se reverter.

 

o x Intern

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *