Brasileirão Vasco 1 x 1 Athlético PR

Facebooktwitterpinterest

Foi muito sofrimento, pressão, gol anulado, pênalti não marcado e depois outro marcado (os dois, segundo os internautas, com problemas), VAR, chuva, vento, invasão de campo.  Jogo movimentado e com a Torcida do Vasco fazendo o trabalho dela, inclusive aquele canto que quando a gente escuta já sabe o que significa: Ei Vasco vamos jogar! Ei Vasco vamos jogar! (fotos Celso Pupo)

Isso era sinal que algo precisava melhorar. Ou melhor, muita coisa, mas mesmo assim o gol de empate saiu de uma cobrança de pênalti, com Danilo Barcelos, no segundo tempo. O primeiro gol foi marcado pelo Athelico PR, com Madison.

Já no finalzinho, o segundo gol do Vasco foi anulado pelo VAR. Foi nessa hora que teve até invasão de campo.

O que deixou todo mundo na dúvida foi que a divulgação oficial da parcial de venda antecipada de ingressos, que foi de 19 mil ingressos. No final, a informação foi de 17.427 presentes,  16.529 pagantes e renda de R$ 600.922,00.

O Jogo Fora das Quatro Linhas

Logo na chegada, um comentário de um dos torcedores chamou a atenção e fomos conferir. Aliás só dá pra ver antes do pessoal chegar. O que foi? A pintura nas arquibancadas que começou. Um dos trechos está finalizado e falta pouco para terminar.

Ficamos de olho também na movimentação do lado de fora e a fila da bilheteria era grande. Lembramos que é jogo de torcida única, mas o setor  que geralmente ficam os visitantes não chegou a ser ocupado pela Torcida Vascaína.

Uma das informações, durante a cobertura, que chamou a atenção e recebeu apoio de todos os torcedores, independente do time de coração, foi a campanha pela prevenção do suicídio – o Setembro Amarelo. Foram distribuídos folhetos para os torcedores e imprensa, funcionários com camisas alusivas à campanha e no intervalo do jogo foram colocadas mensagens no telão.

Também no intervalo, o time do Vasco que foi Campeão da Libertadores de Beach Soccer entraram para receber o carinho dos torcedores.

Facebooktwitterpinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *