Facebooktwitteryoutubeinstagram

Libertadores 2018: Flamengo 0 x 2 Cruzeiro

Publicado por Patricia Bernardo em

Flamengo e Cruzeiro, no Maracanã. Reedição da final da Copa do Brasil do ano passado. Estádio lotado e jogo decisivo de Libertadores da América. O torcedor rubro-negro foi ao estádio torcendo para que o Flamengo da última quarta-feira (pela Copa do Brasil) estivesse em campo e não o do último sábado (pelo Campeonato Brasileiro).

Mas o time entrou desligado. A defesa falhou e no início do jogo Arrascaeta colocou o Cruzeiro na frente. Mas quem disse que o gol abalou o torcedor? A torcida encheu os pulmões e cantou o mais alto que pôde após o gol. Empurrou o time o quando deu. Mas, o que se viu, foi o Flamengo colecionar escanteios e mandá-los na mão de Fábio.

Apesar da festa que a torcida fez, antes e durante a partida, o time não retribuiu. Totalmente fora de sintonia com o seu torcedor, o Flamengo não conseguiu chegar ao seu gol e ainda acabou sofrendo o segundo. Com cinco minutos de acréscimo, ainda viu Diego Alves fazer duas grandes defesas e evitar um placar maior.

No final, os 45.967 presentes, sendo 41.533  pagantes e renda de R$ 3.273.740,00, não pouparam os jogadores. A equipe deixou o campo ao som de muitas vaias e ao grito de “time sem vergonha”.

 

 

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *