Facebooktwitteryoutubeinstagram

Brasileirão 2018: Fluminense 1 x 1 Bahia

Publicado por Cris Dissat em

O pessoal avisou que as coisas estavam ficando esquisitas. E quando o torcedor avisa é porque está pressentindo. No primeiro tempo, o Fluminense estava bem melhor, mas no segundo, o Bahia foi pra cima e contou com diversos erros na defesa tricolor. Situação parecida do jogo do sábado. Posturas diferentes nos dois tempos, polêmicas na arbitragem e empate no placar.

Não deu para ser como no último jogo do Fluminense. Um gol de Pedro e um gol de Edigar. E o Fluminense não rendeu como era preciso. A disposição das arquibancadas foi com o uso do setor Sul Inferior e o Leste Superior e Inferior. O que estranhamos foi o fato das pontas do Leste Superior estar com marcações de separação com aquela lona que faz uma coluna de mais ou menos 10 cadeiras – não deu para contar quantas filas, que ficam perdidas. Com isso, o setor mais barato de R$ 20,00 esgotou, mas com lugares vazios.

Outra observação é quanto ao gramado. Com a mudança do tempo e o inverno, vai ser preciso atenção, porque tem muito jogo pela frente.

 

Chegada

Mesmo sendo domingo e com jogo mais tarde, o pessoal não perdeu o hábito de chegar mais em cima da hora. Por volta das cinco e meia, a bilheteria 3 ainda tinha movimento razoável, mas sem problemas. Os minutos passaram e elas forma complicando. Passamos informes pelo Twitter para ajudar.

O que mudou e que não funcionou muito bem foi a liberação da Rua Eurico Rabelo para os carros. Os torcedores que se concentram na frente do Bar dos Esportes acabam se espalhando e fecham a rua. Ai vem o policiamento e sai a confusão. Mas depois de alguns minutos e com a situação se complicando, fecharam de novo.

Antes do fechamento, alguns morteiros que pareciam bombas foram soltos na Rua Isidro de Figueiredo ou ali perto. Pessoal da segurança e policiamento redobrou a atenção, mas não vi nada depois. Morteiros também foram ouvidos na saída do jogo.

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *