Brasileirão 2019: Botafogo 2 x 1 Atlético Mineiro

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Um segundo tempo bem melhor, com o Botafogo demonstrando mais segurança e chutando a gol. Do outro lado, Diego Cavalieri substituiu bem Gatito e fez, pelo menos, três boas defesas. Com a expulsão de Igor Rabello e o gol de pênalti, marcado pelo Diego Souza, o alvinegro continuou à frente e marcou mais um, com uma boa arrancada de Alex Santana.

Comemoração de Gol
Diego Souza comemora gol durante Botafogo x Atlético-MG realizada no Estádio Nilton Santos, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo, no Rio de Janeiro, RJ.

Os torcedores se empolgaram e chegaram a cantar ooole, oooole, em dois momentos com várias trocas de passes.  Mas teve outra cantoria, quando a torcida pediu pelos jogadores – ohhhh ohhhh ohhh Paga o Salário! Ohhhh ohhhh ohhhh Paga o salário!

 

Finalmente, o fato curioso da noite. A área em tempo real do Google não atualizava o placar, mesmo colocando o primeiro gol e a expulsão. Para piorar, no final – depois do gol do Atlético aos 45’ – o placar colocou o gol do Galo, mas esqueceu de atualizar o placar. Que coisa hein. Vai ter gente falando a frase clássica, viu.

O primeiro tempo um pouco chato, mas o gol de pênalti, assinalado pelo VAR e a expulsão de Igor Rabello deu uma aquecida no jogo e o início do segundo tempo foi bem melhor.

Torcida do Botafogo

Tivemos preferência pelos setores Leste e Oeste e menos gente no Sul. O que precisa organizar é a cantoria. Em vários momentos, a torcida da Leste cantava duas músicas diferentes, a Norte outra e a Oeste mais uma ou ia com algum da Leste. Isso não ajuda, porque fica uma barulheira descoordenada. Na hora de pensar em ajudar o Botafogo e unificar um pouco, não é?

Tivemos  12.098 presentes, 10.678  pagantes e renda de R$ 213.474,00.

A Caminho do Estádio Nilton Santos

Depois de três dias trabalhando em cobertura de evento na área médica, o almoço de domingo foi com a família e saímos um pouco em cima da hora, mas não atrapalhou a chegada. O problema é durante a semana na Rua 24 de Maio. Assim que saímos vimos quatro torcedores, colocando a camisa do Botafogo e não difícil deduzir que fariam o mesmo caminho da gente. Paramos e oferecemos uma carona. E ficamos felizes em saber que um deles já seguia nosso canal no Youtube e comentou vários vídeos e quantidades de acessos. Agradecemos a eles pela audiência.

Chegamos em 20 minutos, sem trânsito e demos uma volta completa no entorno. Logo que chegamos a bilheteria Norte estava com pouco movimento e o que mudou por volta das 3 e meia, quando passamos por lá de novo. A Leste com bom movimento e fila na bilheteria Oeste.

Esquema de jogo, separou o acesso do Setor Sul para a Torcida do Galo e mesmo quem ia para a Leste e descia na estação de trem, Engenho Novo, tinha que dar a volta completa para entrar no estádio.

Uma fila para a compra de ingressos para o sul, para os atleticanos.

Apesar de se algo que já se fala há tempos, não custa lembrar, já que teve torcedor fazendo isso. Se vai de Norte, a bilheteria é Norte, de Leste na Leste e assim por diante.

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *