Flamengo 1 x 1 Athletico – Pênaltis e CAP Classificado

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

O Flamengo teve uma recepção mais do que calorosa no Maracanã, na noite desta quarta-feira, no jogo decisivo pela Copa do Brasil. Estádio lotado, como de costume, a tradicional fumaça vermelha e preta, bandeirão e muita cantoria da torcida. Nem precisou convocar, ela veio.

Os quase 65 mil ingressos colocados à venda foram vendidos e, mais uma vez, tivemos um grande público no Maracanã. Foram 69.980 presentes, 64.884 pagantes e renda de R$ 4.106.610,40.

Mas, o final não foi como a torcida gostaria. O pessoal ficou empolgado com o 6×1 do domingo, mas dessa vez não deu certo. Um gol pra cada lado e a partida foi para os pênaltis e parece que um apagão tomou conta dos jogadores. Diego, Vitinho e Everton Ribeiro erraram suas cobranças. Cuellar converteu e Diego Alves defendeu uma. No final, gosto amargo para o torcedor que, mais uma vez, fez sua parte.

O Jogo

O clima era de decisão e, para completar a empolgação da torcida, estava em campo o time que a maioria dos rubro-negros sempre quis ver, com Diego e Arrascaeta jogando juntos. E até que o jogo começou bom para o Flamengo.

O time estava em total sintonia com a arquibancada. Enquanto os torcedores cantavam alto o amor pelo clube, o time começou elétrico. Teve bola na trave e defesaça do goleiro do Athlético. Parecia que o gol era questão de tempo.

Mas aí veio o “banho de água fria”. O Flamengo não tomou o gol, mas o baque foi como se tivesse tomado. Ainda no primeiro tempo, Arrascaeta se machucou e Vitinho entrou em seu lugar. Com a saída do uruguaio, o Flamengo diminuiu sua intensidade e o Athlético equilibrou a partida.

Na etapa final foi um misto de emoções. Gabigol colocou o Flamengo na frente e fez o Maracanã explodir. Mas, em um “cochilo”, o Athlético empatou. Mesmo com as vaias, Jorge Jesus leva o time para o centro do gramado para agradecer o apoio da torcida. O resto a gente já contou. Agora é esquecer e voltar ao Brasileirão. (fotos Celso Pupo)

Chegada dos Rubro-Negros

Jogo com praticamente todos os ingressos vendidos e estamos observando um comportamento um pouco diferente da Torcida do Flamengo nas últimas partidas. Não tivemos filas em nenhuma das quatro bilheterias para troca de ingressos. Havia movimento mas sem fila ou demora.

O trânsito foi fechado na Eurico Rabelo, Avenida Maracanã e Viaduto Oduvaldo Cozzi. Apesar de ainda ter ingresso (poucos) à venda. Só passava quem mostrava ingresso. Acho que no caso de jogo com torcida única, a passagem entre as ruas Conselheiro Olegário e Isidro de Figueiredo precisa ser repensada. Havia controle de acesso – com ingresso – em todas as transversais.

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *