Copa do Brasil: Fluminense 1 x 1 Cruzeiro

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Finalzinho de jogo para mudar a abertura da matéria. O empate do Fluminense – com gol de João Pedro – aconteceu já nos acréscimos para alívio da torcida tricolor, que já estava sem muita paciência. O jogo estava sonolento. O Cruzeiro não ameaçava, a não ser no momento do gol de Pedro Rocha, mas o Fluminense também não acertava. A Torcida foi perdendo o ritmo, igual ao jogo, e com razão, porque tudo estava devagar demais. Será que o próximo jogo vai ser assim também?

O gol no finalzinho era o que a torcida precisava pra respirar.

Momento pra registrar, foi a substituição de Fred, do Cruzeiro. Maioria da torcida do Fluminense aplaudiu e recebeu um agradecimento do jogador. Depois dos aplausos, vieram algumas vaias de um grupo, abafado pela maioria. Depois os gritos de Nense Nense para alcamar os ânimos.

Torcida do Fluminense melhorou em quantidade nesse jogo, com o pessoal mais concentrado no canto esquerdo do setor sul e leste superior, mas ainda não é o público ideal para um jogo tão decisivo como este, com o Cruzeiro, na Copa do Brasil.

Tivemos 16.806 presentes, 15.912 pagantes e renda de R$ 398.635,00  Uma conta que ainda preocupa. Este mês acontecem as eleições e será que depois os tricolores voltam a encher o Maraca? O clube precisa de mais apoio.

Paulo Henrique Ganso , foto Celso Pupo

Torcida do Fluminense melhorou em quantidade nesse jogo, com o pessoal mais concentrado no canto esquerdo do setor sul e leste superior, mas ainda não é o público ideal para um jogo tão decisivo como este, com o Cruzeiro, na Copa do Brasil.

Tivemos  15.912 presentes, 16.806 pagantes e renda de R$ 398.635,00  Uma conta que ainda preocupa. Este mês acontecem as eleições e será que depois os tricolores voltam a encher o Maraca? O clube precisa de mais apoio.

Técnico Fernando Diniz

Chegada ao Maracanã

A chegada dos torcedores do Fluminense não foi muito diferente do habitual. Chegada mais em cima da hora e os apelos dos orientadores para que entrassem no estádio. Não observamos grandes transtornos no trânsito, talvez pelo impacto da manifestações no Centro da Cidade, contra a redução no investimento na educação. A Avenida Presidente Vargas ficou lotada e o impacto deve ter se espalhado bastante, mas não chegou até o Maracanã.

As bilheterias abertas foram 1, 2 e 3 – esta última é a que fica mais próxima da saída do metrô. A 2 era a mais cheia e a 1 – apesar da tentativa de aviso – estava com menos gente. Nós tentamos, pelo twitter do @fimdejogo, alertar o pessoal.

Rua Eurico Rabelo fechada e volume maior de gente pela Avenida Maracanã. Isso é interessante que vocês saibam para quando vierem ao Maracanã entenderem e fazerem as melhores escolhas. Ahh, dica, os caixas eletrônicos no entorno não tem funcionado durante o jogo, com fechamento acontecendo duas horas antes, mais ou menos.

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *