Vasco x Fluminense e o Caos Antes do Jogo

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Foi uma confusão anunciada, mas nem assim dava para imaginar o tumulto que aconteceria antes do jogo entre Vasco x Fluminense, no Maracanã, na final da Taça Guanabara. Sabendo disso, monitorei a chegada pelo anel superior do Maracanã enquanto Daniel Dissat ficava acompanhando de outro ângulo. A concentração de torcedores aconteceu na Rua Eurico Rabelo e demais com pouco movimento.

O roteiro do que aconteceu:

– Uma da tarde já havia torcedor chegando nos arredores do Maracanã, quando começamos a acompanhar o movimento.

– Primeiro, olhamos de um ponto externo onde observamos, inclusive, que o estacionamento que começou a funcionar recentemente – dentro do Celio de Barros – estava aberto e torcedores estavam entrando. Mas no estacionamento do Maracanã os orientadores não permitiam a entrada, a não ser de credenciados.

– Os torcedores do Vasco começaram a chegar em maior quantidades e se aglomerando na Rua Eurico Rabelo e em volta das grades dois acessos ao Maracanã, do Setor Sul.

– Chuva começou a se armar e começou a cair nos arredores. Nessa hora, torcedores do Fluminense pediram que fosse até o setor Norte para ver como estava lá. Fui até lá, pelo anel superior do Maracanã e quase não havia torcedores. Então voltei para acompanhar o setor Sul.

– Em alguns momentos ouvimos gritos de comemoração dos torcedores do Vasco, que recebiam informação que os portões seriam abertos.

– A hora foi passando e nenhuma decisão era tomada.

– O número de torcedores foi se aglomerando na calçada da Rua Eurico Rabelo.

– Durante todo esse período, nenhum torcedor entrou no estádio e as bilheterias permaneceram fechadas.

– O jogo começou e depois de alguns minutos, o policiamento saiu e começou a confusão, transformando a Rua Eurico Rabelo e todas as demais ruas no entorno em uma praça de guerra.

– Depois de vários minutos de correria. Foi feito um outro bloqueio na Rua Eurico Rabelo, na altura do Estádio Célio de Barros. De repente nova correria em direção ao acesso sul, porém sem  interferência da polícia.

– Os portões do estádio foram finalmente abertos e a entrada foi confusa, mas sem o tumulto com a polícia. Mas a entrada foi confusa, com filas com muita gente.

Depois disso, sai do anel superior do estádio e fui para a Tribuna de Imprensa.

A foto do alto é nossa e a foto de torcedores do lado da grade são da NetFlu, publicada no twitter.

Alguns vídeos durante a cobertura.

 

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *