Rio Open em Noite de Brasileiros

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Na quadra Gustavo Kuerten, uma noite especial de brasileiros com Thomaz Bellucci e Thiago Monteiro, no Rio Open. Pela primeira vez no Rio Open dois brasileiros estavam na chave principal de simples. Enquanto o jogo acontece, a produção das notícias continua. Muita gente até esquece que quando o jogo acaba, o trabalho não termina. Imagina então aquelas partidas que entram pela noite. Não é fácil, mas faz parte desse universo. (foto Celso Pupo)

 

Volta e meia, os jornalistas assistem uma parte do jogo em quadra, em uma área separada para estes profissionais, mas também podem fechar a partida já na sala de imprensa, acompanhando pelo monitor, enquanto finalizam as matérias. Depois ainda tem a coletiva. Só fazer as contas. Mas em 2017 temos o tempo a nosso favor. Sem chuva. Quem lembra do ano passado, quando se passavam horas até os jogos voltarem.

Diferente de alguns esportes, o fim do jogo no tênis é imprevisível. Quando estava escrevendo esse post o relógio já caminhava para meia-noite e Bellucci e Monteiro continuavam em quadra. Não parecia que iria terminar tão cedo.

Na sala de imprensa, o trabalho continuava. Tanto para quem preparava o material para os sites e jornais quanto para a equipe do Rio Open, que mantem as informações em uma frequência excelente. Vale dar os parabéns para esse time, que nem sempre aparece, mas são essenciais para que tudo fique em dia.

Bom… o jogo ainda acontece e na sexta-feira tem mais. Nós… contando um outro lado da história. Ahhh o resultado entre Bellucci e Monteiro? Depois eu conto.

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *