Rio Open: E Quando Chove?

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

O tempo anda pregando uma peça em todo mundo. Depois de vários dias com tempo seco e sol, São Pedro parece que resolveu vir para o Rio Open também. O torneio que começou no dia 15 está tendo que driblar os temporais no fim das tardes.

E não é qualquer chuvinha não. No primeiro dia, enquanto esperava a chuvarada dar uma trégua, até foto de raio consegui fazer. São temporais mesmo, daqueles com vento, nuvens pretas, raios e por ai vai. Isso tem mudado o comportamento dos torcedores e as agendas dos jogadores.

Para quem não está muito familiarizado com o jeito de acompanhar as partidas, é bom saber que quando o set começa não pode mais andar pelas arquibancadas. A concentração dos tenistas é algo levado muito a sério. Silêncio, sem movimentação e por ai vai. Mas com a chuvarada de ontem foi difícil segurar o pessoal. Muita gente correu para se proteger porque a ventania era muito grande. Para sorte de todo mundo, no momento de homenagem a Gustavo Kuerten, a chuva deu um intervalo.

Já nesta quarta-feira, mais uma tarde com chuva forte que parou e depois voltou à noite. Mas, pelo menos as cenas de quadra alagada não aconteceram, como na segunda-feira. Os jogos têm que ser remanejados e o planejamento se complica um pouco.

E enquanto não tem jogo, hora de passear pelos espaços do Rio Open. Estandes super interessantes, food trucks e pequenas exposições distraem o pessoal enquanto São Pedro continua querendo participar dos jogos. (fotos Celso Pupo)

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Post Author: Cristina Dissat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *